Lurdes das Toalhas
B31

Lurdes das Toalhas

Banca: 31

A mãe de Lurdes, Maria Argentina Malheiro, esteve 62 anos no Bolhão. Nascida em Braga, Maria Argentina veio para o Porto para trabalhar como criada de servir numa casa da cidade. Ao serviço da sua patroa, Maria Argentina começou a frequentar o mercado para vender hortaliças. Pouco tempo depois, decide juntar-se aos comerciantes e abrir a sua banca no Bolhão. Nesse tempo, a mãe de Lurdes vendia flores naturais e era ajudada pelos seus filhos no negócio. 

Décadas mais tarde, com 86 anos, Maria Argentina Malheiro saiu do mercado e deixou para os seus filhos duas bancas. Foi, então, que Lurdes, corria o ano de 2015, principiou o seu negócio de artesanato certificado e apostou na venda de toalhas. O seu irmão, Domingos Alexandre, empreendeu a Conserveira do Bolhão, hoje no nome do seu filho, Diogo Pires.