Cores e Sabores do Bolhão
B107, B108, B122, B123

Cores e Sabores do Bolhão

Bancas: 107-108-122-123

Para conhecermos a ligação desta banca com o Mercado do Bolhão temos de recuar no tempo 50 anos. O negócio da família teve início com a avó Lídia, numa padaria do mercado. Mais tarde, a avó mudou de ramo de negócio e abriu uma loja de flores, na qual ocorreu a passagem para a filha Natalina, que pouco tempo depois ingressou na venda de azeitonas e de frutos secos.

O negócio da família prevalece até aos dias de hoje, tendo atualmente a banca aberta na atividade comercial pela qual são reconhecidos: os frutos secos e azeitonas.

Nos dias de hoje, o neto de Lídia e filho de Natalina, Pedro Ferreira, encara o Bolhão como a sua segunda casa, pois é lá que considera ter "nascido" e foi no mercado que passou grande parte da sua infância e adolescência. Agora que assumiu as funções profissionais no negócio familiar, o objetivo de Pedro é dar continuidade à história da sua família, da qual o Mercado do Bolhão faz, indubitavelmente, parte.