Frutaria do Bolhão
B64, B65, B79, B80

Frutaria do Bolhão

Bancas: 64-65-79-80

Rui e Paula são os rostos da Frutaria do Bolhão.

A família de Rui Silva está há muitas gerações na venda de fruta. A sua avó, Josefina Vieira, era oriunda de Penafiel e por lá começou a comprar pomares aos lavradores para, depois, vender a fruta no Bolhão. Mais tarde, a mãe de Rui veio ajudar a sua avó no negócio e, ano após ano, vieram também todos os seus irmãos, tios de Rui, trabalhar noutras bancas de fruta da família. Rui, apesar de frequentar o Bolhão desde tenra idade, só aos 28 anos assumiu o lugar da mãe e ficou a tomar conta do negócio que tem até hoje.

Paula veio trabalhar para o Bolhão com apenas 13 anos. Inicialmente, a sua função era tomar conta da filha da D. Ermelinda, que vendia (e ainda vende) peixe congelado, no entanto como Paula revelou ter muito jeito para estar ao balcão e para comunicar com os clientes, a dona da banca decidiu empregá-la como funcionária. Paula ficou 20 anos na peixaria, até que, por "obra do destino", foi trabalhar para outra banca, desta vez de fruta e situada mesmo em frente à banca de Rui. Tendo o mercado fama de "casamenteiro", escusado será contar muito mais sobre estes dois "pombinhos": apaixonaram-se, começaram a namorar e hoje espalham simpatia, unidos numa só banca.