Maria do Álvaro
B66, B67, B81, B82

Maria do Álvaro

Bancas: 66-67-81-82

A D. Maria é de Baião. O seu pai veio para Gondomar ser lavrador e trouxe consigo a família. Nessa época, todos ajudavam a lavrar a terra. Mais tarde, quando Maria tinha 20 anos, os seus pais decidiram começar a fazer "carretos", isto é, entregas, e ela ajudava-os no trabalho: recolhiam os produtos frescos do Mercado do Bolhão (hortaliças, ovos, etc.), colocavam-nos nos gigos, que transportavam à cabeça e entregavam-nos nas confeitarias e nos restaurantes próximos. Um tempo depois, uma "barraquinha" do mercado ficou vaga e o pai de Maria, o Sr. Álvaro, estabeleceu-se a vender batatas e cebolas. Numa banca vizinha, Maria estava como funcionária de uma senhora, que comercializava hortaliças. Mais tarde, quando a proprietária da banca para a qual trabalhava se reformou, a D. Maria assumiu o negócio, o mesmo que tem hoje, quase 50 anos depois. 

 A sua banca está, agora, no nome do seu filho, Paulo Ferreira, mas é, ainda, a D. Maria do Álvaro e a sua nora que tomam conta do negócio da família.