Sabores de Fantasia de Maria José

Sabores de Fantasia de Maria José

Bancas: 73-74-88-89

Maria José está há 50 anos no Mercado do Bolhão. 

A história desta comerciante no mercado inicia-se quando a sua tia/madrinha, também chamada de Maria José, que já por cá trabalhava, precisa de uma pessoa para a ajudar na sua banca. Como a irmã de Maria José não tinha achado graça ao trabalho, coube a esta ir dar uma "mãozinha" à sua madrinha, que vendia flores naturais e flores secas. Nessa altura, Maria José tinha apenas 12 anos, mas o seu enorme gosto em estar no mercado fez com que nunca mais daqui saísse. Entretanto, quando Maria José tinha quase 20 anos, a sua madrinha passou a banca para o seu nome, para que assumisse a gestão do negócio, nesse tempo, de flores artificais. 

Maria José permanece no mercado até hoje e guarda no seu coração muitas histórias da vida agitada no Bolhão. Uma delas surgiu na época em que criava o seu filho Daniel, quando este ainda era uma criança: Daniel, quando dormia sossegado na sua alcofa, era colocado pela sua mãe, Maria José, num armário que existia no interior do espaço. Quando acordava, punha-se a espreitar e as clientes, que achavam uma enorme graça à situação, exclamavam "olha, lá está o menino do armário". Maria José e Daniel ainda sorriem quando as mais antigas e fiéis clientes reconhecem aquele que era conhecido como "o menino do armário".